Isabella Gaiao

Ensaio Opcional 02/03

A taxonomia biológica ainda é um paradoxo entre os cientistas, para se classificar os seres vivos são necessários critérios, formas arbitrárias que dependem exclusivamente do indivíduo que os cria, tornando-se favorável apenas ao seu criador. Portanto, para se estabelecer relações filogenéticas, o autor deverá adotar um critério e a partir dele, desenvolver uma árvore comparativa. Essa filogenia é correta quando levado em conta aqueles determinados critérios, dessa forma, pode-se haver conflitos de opiniões de acordo com o que se é considerado. Esse é o cenário da ciência, o estabelecimento de premissas para correlacionar grupos, já que a real relação entre os seres vivos e como estes se desenvolveram ao longo da evolução é incerta e depende totalmente de estudos filogenéticos e tentativas de se criar cladogramas da forma mais parcimoniosa e correta possível.

Revisado por: Rúbia Vanderlinde.

Seu texto apresenta algumas ideias rígidas e forçam uma "regra", como o professor falou. Porém, na segunda parte dele, você conseguiu colocar um pouco mais de flexibilidade e talvez seja uma linha melhor a ser seguida nos próximos textos. A palavra "paradoxo" talvez não tenha sido a melhor escolha, mas deu pra entender o que você quis dizer. No final você volta ao lado rígido e coloca a ideia de que parcimônia seria o único conceito correto. Então, cuidado com algumas colocações.

Ensaio 1 09/03

A likelihood é um dos possíveis modelos para se maximizar uma árvore filogenética. Trata-se de um critério de otimização que considera os processos mutacionais ao decorrer da evolução dos táxons. As árvores disponíveis estabelecem probabilidades de mudança da linhagem de acordo com o tempo. Portanto, a partir de parâmetros estabelecidos entre os terminais de uma filogenia, pode-se chegar a um número mínimo de árvores que seriam mais possíveis, por probabilidade.

Comentário de Stephanie Sibinelli

O texto está em um formato adequado e as frases estão bem construídas. Senti um pouco de dificuldade de associar alguns conceitos como "modelo", "critério de otimização", ou seja, não entendi se a likelihood é um ou outro. A última frase apresenta uma ideia nova não desenvolvida anteriormente, entretanto você usa "portanto".

Ensaio 2 16/03

O grupo Metazoa ocupa uma área pequena da diversidade dos eucariontes e o processo evolutivo que deve ter gerado esse clado já está, de certa forma, bem estabelecido nos dias atuais. O grupo dos Coanoflagelados (Choanoflagellata) encontra-se hoje como o mais provável grupo irmão de Metazoa. Esses organismos unicelulares se assemelham muito com coanócitos, células presentes exclusivamente no grupo Porifera, sendo este, o filo basal de Metazoa. A semelhança é vista por comparações morfológicas e moleculares, levando à teorias que colocam esses dois grupos próximos filogeneticamente. Pouco se sabe ainda sobre a evolução desses organismos e o possível ancestral comum de Metazoa e Choanoflagellata, entretanto a relação entre os dois grupos é bem aceita como "grupo-irmão" nos dias atuais.

Referências: M. Carr, B. S. C. Leadbeater, R. Hassan, M. Nelson and S. L. Baldauf PNAS -Molecular phylogeny of choanoflagellates, the sister group to Metazoa - October 28, 2008

Comentário de Maiumy Honda: seria útil colocar uma imagem de uma árvore filogenética indicando onde Metazoa está. Isso daria uma ideia mais concreta de que porção da biodiversidade ele representa, além de exibir seu grupo irmão, que você também cita posteriormente.

"O grupo dos Coanoflagelados (Choanoflagellata) encontra-se hoje como o mais provável grupo irmão de Metazoa." -> atualmente, consideramos os coanoflagelados o grupo-irmão(…)

"teorias que colocam esses dois grupos próximos filogeneticamente" -> grupos filogeneticamente próximos é mais claro.

Citar as principais características morfológicas e/ou moleculares usadas nos estudos de comparação entre os dois grupos.

"entretanto a relação entre os dois grupos é bem aceita como "grupo-irmão" nos dias atuais." -> "grupos-irmãos", ou reestruturar.

"Metazoa e Choanoflagellata, entretanto a relação" -> Metazoa e Choanoflagellata. Entretanto a relação (…)

"Pouco se sabe ainda sobre a evolução" -> citar/resumir o que se sabe.

Ensaio 4 20/04

Público alvo: 3° ano do Ensino Médio
O aumento da concentração de oxigênio na atmosfera teria sido primordial para o estabelecimento da mitocôndria como organela. Hoje acredita-se que as organelas mitocôndria e cloroplasto seriam produtos de endossimbioses bem sucedidas que ocorreram no período Pré-Cambriano. Os primeiros organismos procariontes viviam em um cenário anóxico, possuindo adaptações e mecanismos para um sucesso evolutivo nessas condições. As teorias atuais indicam que a presença de procariontes capazes de fazer fotossíntese, que possui oxigênio como produto, teriam sido os responsáveis pela elevação do gás na atmosfera, sendo hoje 21% do total. O oxigênio é um gás altamente oxidante, se tornando tóxico para boa parte dos organismos viventes na época. Este gás pode adquirir formas de radicais livres e oxidar moléculas da célula danificando sua funcionalidade. Portanto, para se respirar oxigênio é necessário possuir mecanismos para reduzir esses radicais livres que inevitavelmente se formarão na célula. A liberação de oxigênio por esses organismos deve ter gerado uma extinção em massa dos organismos que não conseguiam sobreviver na presença desse gás. O endossimbionte, que hoje conhecemos como mitocôndria, possibilitou aos seus hospedeiros um sucesso evolutivo nesse novo cenário, favorecendo a prevalência dessa associação durante a evolução.

Brock 14 edição

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License